3º Ciclo

COMO A INTERNET ESTÁ TRANSFORMANDO OS MUSEUS?

maxresdefault
Patrimônio e cultura digital Com Leno Veras Dia: 31/5/23, das 19h às 20:30 Com que propósito os museus estão digitalizando seus acervos? Como usar as tecnologias (dispositivos móveis, internet, etc) para fazer pesquisa em museus, particularmente durante as ações educativas? Como pensar a mediação a partir da relação que se estabelece entre o público e o uso do celular? Qual a sua percepção sobre as ações/programas educativos nas exposições virtuais como diálogo com os públicos sobre as experiências com as novas tecnologias como AI? Para responder à pergunta “Como a internet está transformando os museus?”, no segundo webinário do ciclo, Leno Veras nos convida a pensar sobre a convergência midiática em que estamos hoje, em uma lógica de visibilidade na qual os meios de comunicação são extensões dos humanos, constituindo uma simbiose mutualística entre humanos e máquinas. Ele afirma que estamos lidando com sistemas de comunicação das culturas, a transformação técnica e tecnológica dos dispositivos de memória, história e patrimônio. Os museus são os dispositivos com a maior disponibilidade pública entre os diversos equipamentos e sistemas de memória. A revolução tecnológica permeia esses dispositivos do mesmo modo como permeia os hospitais, as escolas, entre outros. Leno chama a atenção para o fato de que a internet não está transformando apenas os museus, mas tudo o que existe no campo de conhecimento humano nas sociedades tecnocientíficas. Leno Veras é curador, pesquisador e professor. Doutor em Comunicação e Cultura pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, com estágio doutoral pelo Instituto Warburg, na Escola de Estudos Avançados da Universidade de Londres. É Coordenador Geral do programa Acervos Futuros, via Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico do Ministério da Ciência e Tecnologia, junto ao Museu do Amanhã; além de Curador Associado ao Media Lab da Fundação Itaú, à editora da área de Conhecimento da Fundação Getúlio Vargas e à Diretoria de Informação na América do Sul do Goethe-Institut, onde desenvolve programa continuado junto à Biblioteca Nacional Digital Alemã.